Caravana 43 chega a América do Sul

Geral, Notícias

Nessa sexta-feira, dia 15 de maio, a Caravana 43 Suldamerica, deixa o México em direção a três países da América do Sul: Argentina, Uruguai e Brasil. A Caravana tem como finalidade levar os pais, mães e colegas dos 43 estudantes da Escola Normal Rural de Ayotzinapa – que desapareceram no dia 26 de setembro de 2014, em Iguala, Guerrero, México – a outros países. O objetivo da ação é pedir justiça sobre o caso e pressionar o governo Mexicano a dar respostas consistentes. Além disso, pretende-se suscitar discussões sobre os casos de desaparecimento forçado em diferentes contextos.

O Estado mexicano apesar de ter tido participação no ataque, se nega a reconhecer os crimes e tenta arquivar o caso, dando por mortos os estudantes. Diferentes investigações têm demostrado falhas nessa versão oficial. Diante desse contexto, a Caravana 43 está percorrendo vários países do mundo, pedindo solidariedade internacional e que seus filhos sejam devolvidos com vida. “¡VIVOS LOS LLEVARON, VIVOS LOS QUEREMOS!”, é a reivindicação central da ação.

A Caravana já viajou por diferentes estados no México, 40 cidades nos Estados Unidos, 3 cidades no Canadá, 18 cidades espalhadas ao longo de 15 países da Europa e, nos meses de maio e junho, chega à América do Sul. Ao todo serão sete cidades percorridas, Córdoba, Rosário, Buenos Aires, Montevideo, São Paulo, Porto Alegre e Rio de Janeiro. Em cada uma dessas localidades serão realizas diversas atividades de solidariedade e compartilhamento das experiências de sofrimento de violência e de lutas.

Nessa sexta feira, às 15h na Cidade do México e 17h no Brasil (horário de Brasília), acontece o lançamento oficial da Caravana 43 Sudamerica. Será realizada uma roda de conversa, transmitida via stream no endereço: www.livestream.com/lostejemedios. Após o evento, os participantes sairão em cortejo para levar a Caravana até o aeroporto, onde embarcará para a Argentina.

O que aconteceu? Veja aqui um relato detalhado: http://www.livestream.com/lostejemedios

Comentários

Deixe uma resposta