Moradores e Moradoras discutem Globalização

Geral, Notícias

Por Gizele Martins

GlobaleRio
Festival Globale Rio na Maré

Na tarde ensolarado de sábado, dia 09 de novembro, por volta das 17h, o Museu da Maré abriu as portas para a exibição de filmes sobre Globalização. A iniciativa é do Globale Rio 2013 que resolveu finalizar o festival deste ano no Conjunto de Favelas da Maré.

Depois da exibição dos dois filmes: Deslocamento forçado na Colômbia e Awara Nane Putane – Uma história de Cipó, houve o bate papo. Na conversa, que contou com aproximadamente 20 moradores e moradoras da Maré, assuntos como o processo de remoções forçadas; a desmilitarização da polícia; a resistência de mulheres na Colômbia e o processo de construção de uma identidade local em territórios ocupados por trabalhadores, assim como demonstrados claramente nos dois filmes, foram discutidos.

Além disso, foi questionado que tipo de democracia vive o país, já que este modelo de organização política se matou mais cidadãos do que na época da ditadura militar que dominou o país por duas décadas. Outro ponto discutido foi sobre a situação atual das favelas cariocas, em que se mata cada vez mais pobres apenas pela questão territorial.

Para saber mais sobre o Festival é só entrar no blog: festivalglobalerio.blospot.com.br.

GlobaleRio
Festival Globale Rio na Maré

Comentários

Deixe uma resposta