Oficina Sons da Maré

Geral, Notícias

O projeto Sons da Cidade – Rio/Maré é uma iniciativa de arte sonoroa participativa que tem como objetivo articular a relação entre o som e a vida quotidiana de habitantes e moradores no Complexo da Maré no Rio de Janeiro. Com mais de 140 mil habitantes, a Maré desenvolveu a sua própria dinâmica cultural que se relaciona com o resto da cidade de formas complexas e por vezes problemáticas.

As oficinas são o veículo principal para a pesquisa local que vai identificar temas a ser explorados na exposição dedicada ao som da Maré (a apresentar em Maio 2014 no museu da Maré e no Parque Lage). O grupo de jovens (bolsistas FAPERJ) são os principais interlocutores do projeto do ponto de vista de identificação de temas sonoros importantes para os moradores. Os jovens serão encorajados a engajar os membros idosos da família com o objetivo de explorar a memória e fazer relações entre passado e presente. As oficinas têm um ambiente participativo de partilha de conhecimentos e de pesquisa. De semana a semana as oficinas servem para conhecer mais o som como fenômeno, a sua percepção, manipulação e significado.

casamento_na_palafita_606x455

Atividades:

Exercícios de escuta, Gravação sonora de campo, Edição de som com softwares livres, Manipulação e processamento de som. Entrevistas, Passeios sonoros, Mapeamento sonoro, Partilha de eventos sonoros. Experimentação com tecnologias de reprodução sonora e Arquivos sonoros.

Exposição

A exposição consiste de instalações sonoras que utilizam elementos como a gravação em campo, fotografia, texto, dispositivos interativos, e projeção de som e imagem. Cada instalação sonora captura experiências individuais de som e lugar associadas especificamente a locais na Maré. Ao expor trabalhos baseados nestas experiências, temos como objetivo fazer uma mostra de realidades associadas a vivências de moradores do Rio que muitas vezes de encontram nas margens das práticas culturais mainstream.

O projeto conta com a coloração do grupo Musicultura,uma associação de pesquisadores e moradores da Maré que desenvolve trabalho etnomusicológico e etnográfico sobre a cultura musical da Maré há mais de dez anos.

A exposição decorrerá em dois espaços contrastantes no Rio de Janeiro, o Museu da Maré e o Parque Lage, Jardim Botânico, criando uma oportunidade de exploração das dinâmicas entre estes dois espaços e garantido visibilidade da parte do público.

Comentários

2 comments

Deixe uma resposta