Os Tempos da Maré

Geral, Notícias
Foto por Thaís Cavalcante
Foto por Thaís Cavalcante

A exposição do Museu da Maré foi inaugurada no dia 8 de maio de 2006. Durante os sete anos em que esteve aberta ao público, a exposição “Os Tempos da Maré” foi visitada por mais de 40 mil pessoas. Depois de permanecer fechada por quase um ano, a exposição foi reaberta com uma grande festa que contou com a participação de muitos amigos e moradores das comunidades.

Além de preservar a memória da fábrica onde foi instalada, a exposição apresenta vários temas sobre a vida dos moradores da Maré. Esses temas são organizados em 12 tempos que formam um grande calendário. Água, migração, casa, trabalho, resistência, feira, festa, fé, cotidiano, criança, medo e futuro são os temas discutidos na exposição, que mistura vários períodos da história da Maré, desde sua formação até o tempo presente.

A inspiração para esse formato da exposição surgiu em 2005, depois da elaboração do calendário “Família Maré”. Vários moradores cederam fotos de seus arquivos pessoais e deram depoimentos para compor o calendário, que permanece até hoje em lugares de destaque em suas casas. Desde o início do Museu, os moradores vêm colaborando com o projeto. Sem essa participação nada teria sido possível.

Os sete anos de existência do Museu da Maré vão se prolongar por muito mais tempo, enquanto tivermos a colaboração, a amizade e o carinho de tantas pessoas como você que está lendo esta página do jornal O Cidadão. Você faz parte da nossa história e graças à sua participação, o Museu está pronto para receber mais 40, 50, 60, 100 mil novos visitantes. Vida longa ao Museu e à memória dos moradores da Maré!

Comentários

Deixe uma resposta