Representando a Maré no Campeonato Carioca

Geral, Notícias

Eliano Félix com colaboração de Valdirene Militão

O Brasil é reconhecido mundialmente como o país do futebol. Quando criança,  a maioria dos meninos ganham uma bola de futebol como primeiro presente. Seja ela de meia, de plástico ou a tradicional “dente de leite”, essa relação de intimidade com a “redondinha” fez com que o futebol se transformasse na paixão nacional dos brasileiros.

Na favela não é diferente. Aliás, alguns dos principais jogadores do futebol brasileiro deram seus primeiros chutes nos campinhos de favela.

Foto: Michael Regan
Foto: Michael Regan

No Campeonato Carioca de Futebol de 2014, a equipe do Macaé Esporte Futebol Clube contou em seu elenco profissional com um atacante que é morador da Maré. Waldir da Silva Filho, 23 anos, é jogador profissional e morador de Ramos (Piscinão).

Assim como a maioria das histórias de quem começa no mundo da bola, Waldir teve início aos seis anos de idade na escolinha do Olaria Atlético Clube. “O que fez me interessar pelo futebol foi a  vontade e o desejo de realizar o sonho dos meus pais que queriam me ver jogando profissionalmente. Hoje, graças a Deus, vivo somente do futebol”, conta.

Apesar de bem jovem, Waldir já tem alguma experiência no futebol. No seu currículo já constam clubes como Olaria, Goiás, Belenenses (Portugal), Madureira e, atualmente Macaé, onde marcou cinco gols no Campeonato Carioca de 2014.

Durante a disputa do Carioca, Waldir recebeu proposta do clube chinês  Qingdao Jonoon FC. Porém, a negociação não avançou. No mês de abril, o Sampaio Corrêa Futebol Clube, time do Maranhão, contratou Waldir para disputar o campeonato brasileiro da série B.

Waldir conta que seu sonho é ver sua família vivendo bem e poder atuar em uma grande equipe. Para quem está começando no futebol, deixa um recado: “É preciso ter paciência, porque nem todos, infelizmente, vão conseguir chegar a ser um jogador profissional. Vida de jogador no começo é muito difícil, mas enquanto houver força, nunca desista!”

Comentários

One thought on “Representando a Maré no Campeonato Carioca

  • Conheco o valdir cariosamente chamado na comunidad e de valdizinho nao tenho intimidade más torco por ele e creio que vai dar muito mais do que certo na carreia dele asaim como na carreia dos tambens jogadores Allen e Rener jr.

Deixe uma resposta