Debate: transição Demográfica no Rio e sua projeção

Notícias
Divulgação
O Instituto Pereira Passos realiza a segunda edição da Quinta Quente no dia 22 de outubro, às 16h, no auditório do Instituto. A palestra será apresentada pelo gerente de estatística do IPP, Adriano Nogueira, e terá como tema O Processo de Transição Demográfica do Município do Rio de Janeiro e sua Projeção Populacional até 2030. A apresentação será centrada em duas mudanças importantes nos comportamentos demográficos da população: a redução da mortalidade em todas as faixas etárias e da taxa de fecundidade.
 
Ao longo do encontro, Adriano fará uma análise da dinâmica demográfica da cidade do Rio de Janeiro a partir da segunda metade do século XX. De acordo com o gerente de estatística, a redução da mortalidade é considerada um dos maiores avanços sociais recentes. Ao longo do dos últimos anos também pode-se notar a redução da taxa de fecundidade, com a diminuição da quantidade de filhos por mulher em idade reprodutiva entre as gerações. Os processos de redução da natalidade e mortalidade são conhecidos como transição demográfica.
 
“Entre os motivos que podem explicar as razões das mudanças estão a chegada do contraceptivo, o acesso à informação e a maior abrangência de políticas públicas de saúde e saneamento básico”, explica Adriano.
 
Rio de Janeiro na vanguarda nacional
 
No evento, Adriano Nogueira apresentará uma projeção populacional para o município do Rio de Janeiro até o ano de 2030, tomando como base a transição demográfica ocorrida a partir da segunda metade do século XX. Segundo ele,  o Rio está na vanguarda nacional na área demográfica. “A nossa cidade está à frente do país em determinadas questões demográficas. Observar o comportamento atual destas questões no Rio de Janeiro é uma forma de olhar estas dimensões para o Brasil no futuro”, afirma Adriano.
 
O estudo mostra, ainda, indicativos do aumento da expectativa de vida ao nascer, aumento da longevidade e acelerado processo de envelhecimento populacional, associado a uma feminização do envelhecimento (aumento da proporção de mulheres idosas em relação a homens idosos). Mesmo em áreas carentes da cidade, o fenômeno se repete e tende, no futuro, a se tornar homogêneo em todo o município.
 
Quinta Quente
 
A Quinta Quente é uma série de encontros mensais realizados no Instituto Pereira Passos e serve como um espaço para apresentação de estudos e pesquisas sobre a cidade do Rio de Janeiro. Os encontros têm a curadoria do Comitê Editorial do Armazém de Dados, maior portal com dados e estudos sobre o Rio de Janeiro. “A retomada da Quinta Quente é importante porque reabre um espaço onde gestores, técnicos, acadêmicos e o cidadão podem trocar ideias e refletir sobre diversos aspectos da nossa Cidade que são retratados pelos dados, informações e estudos coletados e elaborados no âmbito do Siurb – Sistema Municipal de Informações Urbanas – e publicadas no Armazém de Dados”, explica o diretor de Informação da Cidade, Luiz Roberto Arueira.
Serviço:
 
Quinta Quente
O Processo de Transição Demográfica do Município do Rio de Janeiro e sua Projeção Populacional até 2030
 
Dia 22/10/2015 às 16h
Auditório do Instituto Pereira Passos
Rua Gago Coutinho, 52 – 1o. andar – Laranjeiras
Entrada franca

Comentários

Deixe uma resposta